Resenha #76 MIL BEIJOS DE GAROTO

Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem à distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.

Inegável que este livro seja lindo. A história mesmo sendo clichê, vai te fazer permanecer até a última página embargada na emoção.

Embora eu esteja um pouco saturada do tema, a narrativa é incrivelmente carregada de sabedoria.

Acho incrível como os americanos conseguem colocar os jovens tão maduros nos livros. Será mesmo que eles são assim na realidade? Às vezes observo os jovens daqui e não consigo ver isso nem de longe…rs

Poppy foi uma menina incrível que encarou sua situação da forma que eu jamais me imaginaria fazendo e foi uma verdadeira lição para mim.

Mas, como nem tudo é perfeito, não gostei do epílogo do livro. Achei desnecessário e cruel. No demais, é um livro fofo e cheio de temperança e sensatez!

Editora Planeta, 397 páginas

 

    Quem sou eu...

    Mary Ellen

    "O conhecimento é algo que ninguém pode tirar de você" É isso que eu busco nos livros. Viajar sem sair do lugar, sofrer, sorrir e sonhar. São coisas que você pode fazer ao mesmo tempo, e que você só encontra nos livros. Mãe, esposa, amiga e sonhadora!

    Leia mais...

    Desejados

    + Desejados

    Facebook


    Instagram

    Skoob